Música, arte, tecnologia e sustentabilidade podem ser considerados os pilares chaves do DGTL, festival holandês que chega ao Brasil pela primeira vez nesse fim de semana – Barcelona, na Espanha, também já recebeu o evento. A primeira edição verde amarela do festival (ou azul e branco, como preferir) é mais um marco no grande momento que o mercado da música eletrônica está passando aqui no Brasil. Após um processo de transformação da cena, revelação de novos artistas, novas formas de consumo de música e renovações constantes no público, marcas consagradas do cenário internacional escolheram o Brasil como sua nova casa.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

O sucesso do Dekmantel São Paulo parece ter sido a faísca que faltava para uma grande explosão. Hoje, a cena brasileira conta com produtores reconhecidos internacionalmente (Davis, Anna, Gui Boratto, L_cio, Zopelar, BLANCAh), clubs de primeiríssima linha, festas revolucionárias e festivais de ponta. O tempero brasileiro dá indícios que combina perfeitamente com a precisão europeia na produção de eventos e o DGTL, tem tudo para ser mais um super case de sucesso nesse ano, que ainda nem chegou a sua metade, mas já é histórico para os apaixonados por house e techno desse país.

A imagem pode conter: céu e atividades ao ar livre

Voltando ao início desse mesmo texto, vale ressaltar que os 4 pilares do DGTL são o ponto de partida para o provável sucesso do festival por aqui. A combinação de música, arte e tecnologia já mostrou ser bastante funcional em outros eventos nacionais e a presença de uma filosofia sustentável agrada uma geração clubber mais preocupada com razões sociais. No caso do festival, há uma série de ações que buscam diminuir os impactos causados no meio ambiente, entre elas, a escolha de parceiros engajados com a mesma causa para produção do evento. Por conta disso, o caráter industrial e tecnológico da marca pode ser conectado, por incrível que pareça, com a natureza exuberante do nosso país.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e campo de beisebol

Após cinco edições holandesas e duas em solo catalão, finalmente chegou a nossa vez. Então, prepare-se para mais um fim de semana imersivo na densa cidade de São Paulo. Uma história guiada pela música através das mãos de nomes como Derrick May, Carl Craig, Patrice Baumel, Ryan Elliott, Apparat, Ney Faustini, Tati Pimont, Mauricio Lopes, Davis e muito mais. Confira programação completa aqui e monte o seu cronograma pessoal. Quem não for ao evento, poderá acompanhar uma cobertura em tempo real através do Instagram do Alataj. Aos que ainda buscam um lugar ao sol, estamos sorteando 5 pares de ingressos em nossa página no Facebook, corre lá!

A música conecta as pessoas!