READING

Case | Timeless Moment e a força do Brasil no cená...

Case | Timeless Moment e a força do Brasil no cenário global do progressive house

Para realmente conhecermos uma gravadora de música eletrônica, o melhor exercício que podemos fazer é conhecer mais sobre a figura por trás de seu surgimento e o contexto que favoreceu sua idealização. Aqui, criador e criatura fundem suas histórias e se tornam um o complemento da outra. Essa é a exata relação que a Timeless Moment mantém com seu label owner, Morttagua, desde sua concepção em 2016.

+++ Leia nossa entrevista com ele

Danilo Morttagua é um dos pioneiros do progressive house no Brasil e se mantém fiel ao estilo desde suas primeiras produções, que datam lá de meados de 2010. Porém, o gênero tinha pouquíssimos adeptos no país durante essa época e o próprio entendimento sobre ele não era muito claro até uma revisão de nomenclatura feita pelo Beatport em 2016, que sugeriu uma melhor classificação dos diferentes gêneros da música eletrônica.

A mudança proposta pelo Beatport foi muito bem recebida pelo artista e impulsionou o início das atividades de sua label. “Foi o momento perfeito para eu colocar em prática todo meu ‘know how’ no gênero, meus contatos e minha musicalidade para fazer um selo que representasse exatamente o que eu sempre gostei de tocar e escutar. A Timeless Moment foi idealizada para ser um espelho da minha musicalidade para o mundo”.

Apesar de ainda estar em seu terceiro ano de atividade, o selo é referência em progressive house no Brasil e recebe grande atenção da indústria internacional, posicionando-se entre as melhores marcas do mundo no segmento. O sucesso no Beatport é algo notável e Morttagua o justifica por sua expertise de mais de 10 anos e pelo modelo de trabalho do selo “Não gostamos de fórmulas, enlatados, músicas que copiam claramente timbres e ideias de músicas já lançadas. Gostamos de lançar músicas ousadas de produtores que detém grande conhecimento musical”.

+++ A força e tradição do Progressive House no Brasil

 No roster de artistas da Timeless Moment estão nomes como BLANCAh, Be Morais e grandes nomes do eixo internacional, entre eles Space Motion, Magdalena, Wally Lopez, The White Shadow e Glenn Morrison — além de um relançamento oficial produzido por Dixon e Guy Geber. A atuação de Morttagua no estilo favoreceu a construção de tal casting, ele explica: “Eu já tinha um nome consolidado lá fora, com lançamentos pelas maiores gravadoras do gênero e tinha contato constante com artistas internacionais que admiravam o meu trabalho, eram parceiros de produção. Então quando abri o selo bastou ativar os contatos”.

Além de ser uma plataforma de lançamentos, a Timeless Moment expande sua atuação para a produção de eventos com o nome da label e também mantém um programa de rádio mensal nas rádios DI.FM e Proton Radio. E as ambições são ainda maiores. “O objetivo inicial era ser o principal selo deste segmento no Brasil e depois ganhar o mundo com tours internacionais, eventos, participação em festivais, e porque não, até o nosso próprio festival”, nos conta Danilo. 

Tendo em consideração tudo que a label já conquistou em tão pouco tempo de história, não há dúvidas que a veremos chegar a sua forma total, conforme deseja seu label head – é possível que essas novidades também não demorem a compor o portfólio da gravadora. O propósito principal da Timeless Moment é ir além da música e fazer a diferença na vida das pessoas, para ser mais que apenas uma marca e se tornar um lifestyle. É ambicioso, mas totalmente possível com o trabalho que tem sido desempenhado até aqui.

+++ John Digweed foi personagem da nossa coluna Special Series. Leia aqui!

A música conecta. 


RELATED POST

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INSTAGRAM
SIGA-NOS