Muita gente diz que o techno é o som do momento nas pistas do globo. Pode até ser, mas impossível negar a ligação da cultura de pista do brasileiro com a house music. E quando o assunto é a vertente de música eletrônica que saiu do guetos de Chicago para conquistar o mundo, o nosso país tem produtores de mão cheia para se orgulhar. O brasiliense César Werlon – mais conhecido no mundo da música como Beep Dee – é um desses.

O DJ e produtor despontou para o mundo com um debut na Hot Waves – sub label da Hot Creations. Desde então, passou a desenvolver um som com DNA inteligente e que mescla com classe características old school’s e contemporâneas de house music. Após seu primeiro release, ele emplacou outros trabalhos que impressionaram Lee Foss e Jamie Jones. Entre eles, a faixa “From Above” que foi amplamente tocada por Lee em suas gigs internacionais e posteriormente, veio a ser lançada pela Hot Creations.

Em um momento de grande maturidade na carreira, Beep Dee celebra um inicio de 2016 promissor, com uma gig no D-EDGE em uma das datas mais quentes da temporada de verão no Brasil, ao lado de duas lendas da música eletrônica: Carl Craig e Lee Foss. Conversamos com César, que nos contou como cada um dos nomes colaborou para sua formação enquanto artista.

Quinta-feira – 7 de Janeiro: Moving w/ Carl Craig e Lee Foss

Carl Craig

Apesar de levar o house como minha frente de trabalho, é inegável a influência que esse ícone de Detroit possui na minha carreira. Sempre acompanhei o seu trabalho, ouvindo sets, assistindo apresentações e seguindo os lançamentos. Mas, surge o nome Carl Craig, diretamente faço a conexão com o remix que ele fez para o Junior Boys da música “Like a Child”. Essa faixa marcou minha vida e em todas ocasiões “especiais” eu não cogito a ideia de não tocá-la. Nunca o vi ao vivo, e com certeza será uma experiência única. Estou muito ansioso por isso.

Lee Foss

Poderia escrever uma página sobre o Lee. O conheci em 2011, em sua primeira tour no Brasil, mesmo ano em que lancei minha track na Hot Waves, sub label da Hot Creations. Ele veio tocar no 5uinto e no outro dia fizemos um tour pela cidade. De quebra ele fez uma visita na minha casa, amou o Nicolau (meu Pug) e me deu umas dicas de produção. Sempre gostei de seus trabalhos, principalmente as a faixas do início da Hot Creations. Suas edições dos vocais clássicos de disco me influenciaram bastante. Enfim, Lee Foss pra mim se resume em uma palavra: amor. O cara tem um coração enorme!