Como não poderia ser diferente, a curadoria da Sunset Sessions tem uma grande aposta para essa edição. Estamos falando do italiano FreakMe, dono de um tech house quente e que tem conquistado as pistas da Europa com muita qualidade.

Se o alemão D-Nox é o nome mais esperado e conhecido pelo público nessa edição, FreakMe se junta ao hall de artistas como Agents Of Time, Los Suruba, Emanuel Satie e Aquarius Heaven, que foram grandes investidas para o line up de edições anteriores e representaram uma importante evolução para a cultura musical da cidade.

DJ e produtor, FreakMe é um artista que possui uma relação muito intensa com o estúdio, mas isso não significa que ele não se sinta a vontade durante suas tours como o DJ. Antes de conquistar diversos países da Europa com a sua música, ele foi destaque nos principais clubs da Itália, numa lista que inclui Cocorico, PeterPan e Just This.

Classificamos seu tech house como “quente” no começo desse texto por suas características bem definidas. É frequente o uso de belos vocais alinhados a linhas de baixo sensuais e baterias cheias de groovy. Você pode até pensar que essa é uma fórmula de sucesso batida, mas não, FreakMe foi capaz de desenvolver uma leitura absolutamente criativa desses traços.

Não demorou para que ele ocupasse papel de destaque entre tradicionais gravadoras do circuito techno e house europeu. Seus lançamentos já foram entregues a Diynamic, MEXA Records e Noir, apenas para citar algumas delas. Em Agosto desse ano FreakMe lançou pela Get Physical, de Berlim, o EP Float Away. Esse release trouxe um novo gás para sua carreira, além de ter apresentado 3 faixas muito inspiradoras.

Dia 5 de Dezembro ele chega pela primeira vez ao Brasil, para uma apresentação exclusiva no festival Som & Sol. O público gaúcho terá o privilégio de ver e ouvir ao vivo uma das revelações do tech house europeu em primeira mão. Que baita privilégio ein?

A música conecta as pessoas!