READING

Conheça mais cada jurado da edição 2019 do BURN Re...

Conheça mais cada jurado da edição 2019 do BURN Residency

Experiência, conhecimento histórico/técnico e sensibilidade musical. Todas essas características se fazem presentes no time de jurados do BURN Residency Brasil, que inclui alguns dos principais nomes do cenário nacional e um convidado diretamente da Alemanha. Todos do grupo, de alguma forma, contribuíram ao longo dos anos para o desenvolvimento da cultura eletrônica em nosso país. Abaixo, você conhece um pouco mais cada um dos jurados desta edição do programa [para saber mais e fazer sua inscrição é só clicar aqui].

Andre Salata

Com mais de uma década de experiência, o DJ, produtor e professor Andre Salata é dono de uma carreira ilustre e detém exímio conhecimento dentro do campo musical técnico. Sua experiência vem desde 2006, quando começou a discotecar e dar seus primeiros passos na indústria. Nessa longa jornada de quase 15 anos, Salata tornou-se um dos artistas mais respeitados do país e referência em produção musical, hoje ministrando cursos online super completos através de sua comunidade de áudio. Como DJ, tem passagens por grandes clubs do Brasil e do mundo, entre eles D-EDGE (São Paulo), Sisyphos e Watergate (Berlim), comprovando todos os méritos recebidos até aqui. 

Claudia Assef

Uma das pioneiras no jornalismo de informação ligado à música eletrônica, Claudia Assef é formada em Jornalismo e autora do lendário livrol “Todo DJ Já Sambou – A História do Disc-Jóquei no Brasil”, com mais de 25 mil cópias vendidas. Claudia começou a discotecar quando ainda morava na França, em 2000, e no ano seguinte fez sua estreia no Brasil. Nesse hiato de quase 20 anos, trabalhou como jornalista de importantes veículos brasileiros, como o Estado de S. Paulo, criou o Women’s Music Event e atualmente é editora chefe do Music Non Stop, respeitado portal brasileiro de música eletrônica.

Leo Janeiro

Protagonista do cenário eletrônico nacional, Leo Janeiro é um nome que não poderia faltar em nosso time. Em meio às paisagens deslumbrantes e imerso na rotina singular do Rio de Janeiro, Leo foi influenciado pela black music dos lendários bailes cariocas e se apaixonou também pelo house music, construindo uma carreira dedicada à música desde o início dos anos 2000. Atualmente, além de embaixador do Brasil Music Conference, Leo é A&R do Warung Recordings, head do projeto Cocada e residente de clubs como Warung, D-EDGE e Beehive, que estão entre as maiores casas do país, uma experiência que o credencia ao posto de um dos principais DJs do Brasil.

Roland Leesker

Três décadas de carreira não é uma marca para qualquer um. Roland Leesker vive pela música eletrônica desde 1989 e teve suas primeiras conquistas com apenas dois anos como DJ, quando tornou-se residente em diferentes clubs de Frankfurt, na Alemanha. Durante o dia, trabalhava em uma loja de discos, mas alguns anos depois resolveu se mudar para Nova York, onde esteve próximo de grandes nomes da cena, tocando e produzindo com Ricardo Villalobos, John Selway e Marc Spoon, apenas para citar alguns. 

Com as experiências absorvidas, produziu um dos maiores hits da sua carreira, My Warehouse, uma síntese do que para ele significa um som perfeito. Hoje, Roland obtém sucesso também na carreira empreendedora como dono da Get Physical Music, uma das gravadoras mais prestigiadas do cenário mundial. Recentemente, Leesker se aproximou da indústria criativa brasileira através do Cocada, importante projeto para o desenvolvimento artístico da eletrônica em nosso país, assinado pela Get Physical e comandado ao lado de Leo Janeiro. Com toda sua bagagem musical e tendo nosso país como sua segunda casa, RL é uma peça fundamental em nosso corpo de jurados.

A música coneta.


RELATED POST

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INSTAGRAM
SIGA-NOS