Vicente Amadeo aka Art in Motion lançou seu novo EP Desert pelo seu selo Plano B Records. Amadeo deu início ao label em 2011 e o projeto Art In Motion só começou em 2012. É interessante ver essa trajetória que diz tanto sobre como Amadeo lida com a musicalidade presente na sua vida e na sua carreira, lidar com o lançamento de outros artistas e fazer a curadoria musical que traduziria o que ele e seu parceiro acreditam na indústria atual veio antes do seu projeto solo. E agora, com 5 anos de Art in Motion, é nítido que Amadeo tem uma grande consciência das mensagens e sensações que quer emanar com seus sons.

A imagem pode conter: céu, atividades ao ar livre e natureza

O EP conta com 3 faixas originais, Desert, Kriya e Socaire, e um remix do conceituado Melokolektiv da faixa-título. Desert é um deep house tribal com vocais sutis que embalam o ritmo que domina a estrutura da faixa. O remix traz a faixa mais dark e com uma construção mais voltada para o techno, perdendo a pegada tribal e dando mais ênfase nos vocais que antes ficavam em segundo plano. Kriya é onde Amadeo mostra tudo que coletou nos anos de Plano B Records e das referências que ele cita como suas preferidas – Bonobo, Nicolas Jaar e John Talabot – e solta um som sinestésico, provocante e cheio de vida, que mescla instrumentos orgânicos com uma batida que vai crescendo ao fundo até que por fim domina a track, a pista e os ouvidos. Já a última faixa, Socaire, é a que mais se traduz para a pista, um tech house com batidas fortes e o BPM mais rápido do EP.

Este release marca o retorno de Art in Motion à sua Plano B Records e confirma o bom momento de estúdio que o carioca vive. Algumas semanas antes de Desert, Vicente lançou um remix oficial para Fernanda Abreu que pegou destaque nacional no Spotify. Algo bastante raro para uma faixa conceitual de música eletrônica. Tal conquista comprova a versatilidade e qualidade do perfil sonoro de Amadeo, capaz de atingir diferentes públicos e provocar distintas sensações. A música conecta as pessoas!