READING

Alataj entrevista Oscar L

Alataj entrevista Oscar L

Conteúdo powered by BURN

Um dos novos heróis da cena techno, assim pode ser definido Oscar L, DJ e produtor espanhol com mais de 10 anos de carreira e nome importante no atual cenário eletrônico da Europa. Com personalidade, perseverança e energia, Oscar buscou até encontrar um estilo de som que o definisse no dance floor e no estúdio. Não foi fácil, mas sua determinação o levou até o catálogo de alguns dos melhores labels do mundo, entre eles Suara, Toolroom, Truesoul e Material.

Seus sets e suas produções são construídas através de uma mistura pessoal de bom gosto e experiências de um cara apaixonado por música. Techno e House se fundem em momentos importantes do processo criativo, trazendo um dinamismo bastante funcional para os trabalhos entregues por Oscar. Essa receita simples, porém difícil de ser aplicada com eficiência, rendeu ao DJ espanhol um calendário intenso por diferentes países ao redor do globo. Paralelamente ao seus compromissos regulares, Oscar L mantém um programa de rádio transmitido para 16 países através de 90 estações de rádio diferentes. Intensidade pode ser considerada uma das chaves do seu trabalho.

Em busca de um futuro prolífico e defendendo sua posição privilegiada no cenário internacional, Oscar segue em busca de captar e apresentar novidades em seus projetos, independente de qual esfera ele esteja sendo veiculado. Na posição de expoente do grande momento que a cena eletrônica espanhola está passando, Oscar L fala com exclusividade ao Alataj. Confira:

Alataj: Olá, Oscar! Você já pode se orgulhar por fazer parte do grupo dos artistas com mais de 10 anos de carreira. Como você resume essa jornada até aqui?

Oscar L:  A melhor forma para descrever é: trabalho. Essa é a única forma de estar neste negócio.

Personalidade, perseverança e energia são citados em sua bio como pilares de seu trabalho. Como exatamente você busca inseri-los no cotidiano?

É muito importante encontrar seu próprio estilo, groove, som e set que você quer oferecer ao público e trabalhar todos os dias para tentar melhorar e dar o melhor de si.

Seu catálogo é essencialmente formado por releases em grandes gravadoras. Esses lançamentos são uma espécie de comprovação que você está no caminho certo? Pessoalmente, o que eles representam pra você?

Eu diria que “o groove”. Meu estilo está entre techno e tech house, mas sempre com um groove muito identificável.

Uma das coisas mais bacanas da profissão de DJ é poder viajar pelo mundo levando sua música na bagagem. Entre as cidades que você já visitou, quais realmente marcaram sua vida?

Eu amo o Japão, já estive lá 3 vezes e é sempre uma ótima experiência, todos deveriam visitar esse país incrível.

Você é apontado como referência por muitos DJs e produtores brasileiros mais jovens. O que isso significa pra você?

Isso significa muito para mim e me dá mais energia para continuar trabalhando pesado todos os dias. Quando as pessoas escrevem para mim no Facebook ou Instagram e me mostram esse apoio, eu tenho um dia bom.

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé, óculos de sol, céu, oceano e atividades ao ar livre

Seu mais recente lançamento pela Truesoul traz uma atmosfera muito focada no dance floor. Como foi o processo criativo deste release?

Eu tentei voltar à pista, ao verdadeiro tech house underground, pelo menos para mim. Comecei a trabalhar na base, construindo batidas e graves sólidos e, em seguida, pesquisando alguns elementos melódicos para dar uma identidade à faixa.

Para finalizar, uma pergunta pessoal. O que a música representa em sua vida?

É uma das coisas mais importantes da minha vida, mas com certeza existem coisas mais importantes, como família e amigos. Não é apenas a música.

A MÚSICA CONECTA. 

 


Alan Medeiros é publicitário, sócio-fundador do Alataj e nome por trás da Beats n' Lights Management.

RELATED POST

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INSTAGRAM
SIGA-NOS