Esse ano tem sido especial em relação a noites assinadas por labels no Templo. Tivemos a noite da Crosstown Rebels, a tradicional festa da Diynamic e no último sábado o showcase da respeitada Watergate Records. Ocasiões assim permitem a construção de uma coerência maior no line up de ao menos uma pista e a evolução que acontece entre os artistas sempre é interessante de conferir.

remor-1405Diretamente de Berlim a Watergate Records aterrizou no Garden e trouxe dois de seus principais nomes. Matthias Meyer e Marco Resmann. O brazuca Diogo Accioly foi escalado para o warm up. Apesar de apresentar boas tracks em seu repertório o set fugiu um pouco da linha dos 2 artistas que o sucederiam na noite e por alguns instantes foi irregular. Talvez por isso Matthias Meyer assumiu uma postura totalmente construtiva em seu set e dava sinais que uma progressão maior ainda aconteceria após a entrada de Marco. Dito e feito, o destaque da noite foi ver a bela construção e passagem entre os 2 sets. É verdade que Matthias foi um pouco superior, trazendo lançamentos mais recentes da Watergate e algumas de suas tracks mais conhecidas, como Lagonia, que casou perfeitamente com a atmosfera da pista, mas Marco teve seus méritos em completar o que havia sendo construído com maestria. Da metade para o final da apresentação uma série de b2b’s invadiram a cabine e a linha que estava sendo trabalhada se perdeu um pouco. Rolaram algumas tracks conhecidas e o final teve 2 clássicos. Hungry for the power e Walking with elepehants. Em Junho, a Troally recebe Matthias Meyer e Marco Resmann para duas entrevistas exclusivas acompanhadas de podcast.

remor-1125No Inside, uma noite para os fãs de Ali Dubfire curtirem do início ao fim. Após o warm up de Albuquerque, Cesare vs Disorder iniciou uma apresentação intensa no pistão do club. Com um tech house bem marcante e de identidade forte conduziu a pista agitada até entregar para Hector. Daí em diante acompanhamos poucos momentos das apresentações de Hector e Dubfire, já que as atrações do Garden nos chamavam mais atenção. Mas o que ouvimos de amigos presentes por lá foi sempre muito positivo.

O próximo encontro do Templo com seu público rola dia 5 de Junho e traz a mão pesada de Ellen Allien e o retorno do live Pillowtalk. Como sempre, estaremos por lá. A música conecta as pessoas!