READING

Soul Beats | O tempero brasileiro do DnB que conqu...

Soul Beats | O tempero brasileiro do DnB que conquistou o mundo

Por Eduardo M

A evolução do que conhecemos como o estilo drum and bass hoje em dia é oriunda basicamente dos Reino Unido. Foi de lá que começou a construção da espinha dorsal do gênero, desde o hardcore breakbeat, passando pelo jungle até chegar no DnB. Muita gente inclusive não sabe, mas o termo “rave” começou a surgir nesta época, lá no começo da década de 90 quando as coisas estavam criando seu espaço e suas delimitações.

Com isso não podemos negar que essa música é totalmente genuína dos britânicos, que também detém a lista dos principais protagonistas desta história toda. Um dos acontecimentos atuais mais significativos, e envolvendo um dos personagens mais emblemáticos de toda esta cena, foi em 2016 quando Clifford Joseph Price (mais conhecido como Goldie) foi nomeado membro da Ordem do Império Britânico, que é nada mais nada menos do que um reconhecimento formal da realeza que homenageia oficialmente contribuições para artes, ciências e outros. Goldie é musicista de música eletrônica e ator na inglaterra, além de ser também um dos fundadores da Metalheadz, selo ícônico do gênero no país.

E onde o Brasil entra nisso? Bom, logo de cara não podemos falar que essa música também é genuína para nós como é para esses caras. Porém, já lá no final da década de 90 os heróis Marky e Patife “peitaram” essa empreitada e foram até a terra da rainha, não só para fincar nossa bandeira como para abrir caminhos que geram frutos até hoje para a nova geração. Tudo isso em uma das cenas mais fechadas e exigentes que deve existir. E como esses caras conseguiram isso? Simples: colocando o nosso tempero da música deles.

Na prática, foram lá e esbanjando técnica, estilo e PROPRIEDADE na forma de tocar e mixar a música que os caras criaram. Isso quebrou o estigma tradicional de se tocar do povo de lá, que sempre foi mais fria, centrada. Vale frisar: não foi nada fácil esses caras terem saído aqui no Brasil, praticamente sem internet na época, com o Brasil totalmente fora da rota dessa cena, pagando passagem com dinheiro emprestado e ir até lá pra mostrar “como é que faz”. Não satisfeitos, também mostraram que dava imprimir nosso tesouro musical mais precioso e fazer uma fusão de altíssimo pedigree da nossa cultura com a cultura deles. Foi possível fazer nossa própria interpretação para a música genuína dos britânicos com a música genuína brasileira. Nessa hora não teve mais volta, deu samba.

Como fiéis discípulos e grandes entusiastas de toda essa história, nesta próxima sexta dia 25 nós colocamos no ar mais uma edição da UNIVERSE, o projeto que é exclusivo para o DnB na ilha de Florianópolis. A festa acontece no cetro da cidade, e que nessa edição traz pela primeira vez um convidado local especial além dos 3 residentes, que vem compartilhar com a gente um pouco da sua paixão em comum com a nossa. Dá uma espiada no link do evento para saber de mais detalhes, além do Soundcloud oficial com sets atualizados pra ir aquecendo!

A MÚSICA CONECTA. 


Equipe de reação do portal Alataj, focada em levar conteúdo cultural ao público antenado na música eletrônica.

RELATED POST

INSTAGRAM
SIGA-NOS