READING

Top 5 2017: Revelações por Barbara Boeing

Top 5 2017: Revelações por Barbara Boeing

Difícil de falar de revelações em um cenário amplo e multifacetado com o da música eletrônica. Colocá-las em uma lista então, mais complicado ainda. Como nós adoramos desafios e entendemos que os tão criticados top 5 não fazem mal pra ninguém (principalmente se você não enxergar isso como uma competição) topamos o desafio de selecionar os “novos” artistas que mais se destacaram em 2017.

// Quero receber os conteúdos do Alataj por e-mail!

Para comandar o tópico, convidamos Barbara Boeing (que também pode ser considerada uma ótima revelação do ano), uma das mentes por trás da Alter Disco e DJ de mão cheia. Ele selecionou alguns dos nomes que estiveram sob o seu radar durante 2017 e agora compartilha conosco nessa lista que está bastante inspiradora. Vem com a gente:

A imagem pode conter: 1 pessoa, atividades ao ar livre

Rico

Adoro as tracks tropicais do Rico, toco muito elas nas minhas gigs e sou apaixonada pelo live que ele fez pro Na Manteiga. Tá no repeat por aqui!

Balako

Me agrada muito quando um artista consegue misturar a música eletrônica com elementos orgânicos deixando o sintético muito mais leve aos nossos ouvidos. A dupla carioca Balako faz isso com perfeição! Instrumentistas de mão cheia, ótimos DJs e super produtores.

Repetentes 2008

Conheci o som dele na Onda, no RJ, participamos do mesmo line. Quando me explicaram o som dele, me disseram que ele tocava de 130 a 140 bpms. Sendo bem sincera, eu imaginei que eu nunca iria gostar só por saber desta informação. Sou bem fã do low bpm! Mesmo assim, fui de ouvidos abertos e ouvi um som completamente diferente de tudo que está sendo feito por aí (algo raro atualmente) com muita personalidade e muita criatividade.

Or:la

Me apaixonei pelo som desta senhorita pelo seu Boiler Room! Vale o play.

Paramida

Dividi um line com a Paramida também na Onda em uma festa que tocou Techno predominantemente. Ela é o exemplo que um bom Techno pode ser tocado com variações de muitos outros estilos. A pesquisa dela é extremamente rica com sons atuais e muita coisa antiga. Particularmente, eu fico de queixo caído com algumas faixas que ela joga na pista.

A música conecta as pessoas! 


Alan Medeiros é publicitário, sócio-fundador do Alataj e nome por trás da Beats n' Lights Management.

RELATED POST

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INSTAGRAM
SIGA-NOS