O Weekchart é sempre especial por trazer as referências musicais de uma pessoa. Isso se torna ainda mais interessante quando nosso convidado é um DJ conhecido por seu rico repertório entre os profissionais da cena. Ney Faustini é um artista fruto das mais relevantes transformações musicais de São Paulo na última década. Ele ostenta uma carreira com passagens pelos principais clubs do Brasil e lançamentos por labels de respeito no âmbito nacional e internacional.  Ter acesso a uma seleção musical montada por Ney nos enche de orgulho e ascende ainda mais a chama da criatividade dentro de cada um de nós. Vamos as faixas? A música conecta as pessoas! 

Roy Ayers – Everybody Loves The Sunshine
Roy Ayers é um dos artistas de jazz/funk que mais me influenciaram e um dos melhores shows que já assisti. Sempre difícil escolher uma só, mas nada como o sol raiando pra começar a semana.

Sade – Nothing Can Come Between Us
Sade me remete aos discos que minha mãe ouvia quando eu era criança, e é dona de uma das mais lindas vozes dentre as divas do soul nos anos 80. De seu terceiro disco, ‘Stronger Than Pride’, esta, além de ‘Paradise’, são das que eu mais gosto.

Talking Heads – Born Under Punches
‘Remain In Light’, produzido pelo genial Brian Eno, é dos meus álbuns favoritos de todos os tempos, e ‘Born Under Punches’ evidencia bem o momento musical da banda, flertando com rock, new wave, funk e elementos da música africana.

Moodymann – Forevernevermore
Música título do terceiro álbum do Moodymann, de 1999, em uma de seus melhores momentos artísticos, e facilmente um dos melhores deep houses de todos os tempos, na minha opinião.

Prince Of Denmark – Cut Untitled Cut
Começo o final de semana com techno, de um dos meus produtores favoritos atualmente. O misterioso Prince Of Denmark (aka Traumprinz/aka DJ Metraton) explora climas sombrios e esfumaçados em seu álbum ‘The Body’, de 2013.