Qual foi a melhor pista de 2018?

Com a chegada do fim do ano, impossível não sentir aquele clima de nostalgia tomando conta das nossas memórias. Esse ano, em especial, foi importante para a música eletrônica no Brasil: grandes festivais, clubs com programação de ponta e coletivos independentes em posição de destaque. Nosso cenário se fortalece a cada temporada e hoje podemos dizer que somos uma nação que pulsa forte na dance music em diferentes movimentos.

Talvez o principal destaque do ano de 2018 seja a consistência apresentada pelos artistas do primeiro escalão da nossa cena. No Brasil, eles assumiram em definitivo a posição de ticket sellers nos grandes eventos, competindo de igual para igual com muitos headliners gringos que antes reinavam absolutos. No exterior, a presença dos nossos DJs e produtores aumenta gradativamente, fazendo com que portas se abram para novos nomes aproveitarem o calor deste momento também.

Seguindo uma tradição do Alataj, que se repete pelo terceiro ano consecutivo, convidamos mais de 70 artistas brasileiros, para responder a seguinte pergunta: Qual foi a melhor pista de 2018? Infelizmente, a maior parte dos convidados não pode responder, mas ainda assim obtivemos respostas excelentes dos que participaram. Compilamos todo material nos Stories do nosso Instagram e fixamos nos destaques para você não perder nada. Acesse aqui.

Nos vemos na pista ao longo do ano que vem!

A MÚSICA CONECTA.


Alan Medeiros é publicitário, sócio-fundador do Alataj e nome por trás da Beats n' Lights Management.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INSTAGRAM
SIGA-NOS