Troally com Eli Iwasa | The Queen

Majestade, a sua realeza, Eli Iwasa. As últimas temporadas foram uma espécie de coroação para jornada de Eli na música eletrônica. Ativa desde os tempos de Lov.e, nossa rainha do techno passou por diferentes fases da dance music nacional, sempre muito atuante e com o pensamento no futuro.

Confira o bate-papo que tivemos com a japa Eli Iwasa há três anos.

Desde 2016, ela é uma das mentes líderes do Caos, club de Campinas que entrou na rota dos principais artistas do mundo, graças a sua programação ousada e disruptiva. Na pista, Eli mantém residências em seus próprios clubs e também no lendário Warung, onde construiu um relacionamento muito especial com staff e público.

No último fim de semana, Eli Iwasa foi uma das atrações da terceira edição do festival holandês DGTL, que em sua nova passagem pelo Brasil contou com um lineup poderoso que apresentou, entre outros nomes, um b2b seu com a chilena radicada no Brasil, Valesuchi. A nosso convite, Eli preparou um mix exclusivo para o podcast da Troally, trazendo para nossa audição seu lado mais B e prazeroso. Como você já sabe, agora também temos uma entrevista musical acompanhando o mix.

Além disso, Eli também comenta a pesquisa que resultou na gravação deste podcast:

Uma música que marcou o começo da sua carreira: Galaxy 2 Galaxy – Hi-Tech Jazz, Sterac – Asphyx, Daft Punk – Rollin & Scratchin, Joey Beltram – Energy Flash, são tantas…

Uma faixa que te lembra os amigos da adolescência: Marilyn Manson – The Beautiful People

Uma hino que marcou sua jornada junto ao Lov.e: Los Hermanos – Quetzal, Funk D’ Void – Diabla, Paco & The Julia Set – The Deep Wire, Laurent Garnier – Dangerous Drive e Pontapé do Renato Cohen

Uma música para o Caos: Ben Klock – Subzero à noite, Sascha Funke – MZ no amanhecer.

Outra para o 88: Danny Daze – Swim

O opening set perfeito: Maurizio – M5 (abri zilhões de sets com ela!)

Uma música que te faz chorar: Digital Justice – Theme From It’s All Gone Pear Shaped

Outra que te ajudou a superar uma momento difícil: Tori Amos – Winter

On repeat no momento: Apparat – Caronte

A trilha sonora da sua vida em uma faixa: Essa é a pergunta mais difícil da vida [risos]. A música muda o tempo todo, mas com certeza uma das bandas definitivas é o Depeche Mode. Por isso vou escolher a “Never Let Me Down Again”.

A música conecta.

+++ Quer receber nossos conteúdos por e-mail? Cadastre-se aqui.


Alan Medeiros é publicitário, sócio-fundador do Alataj e nome por trás da Beats n' Lights Management.

RELATED POST

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INSTAGRAM
SIGA-NOS