Iconic

Iconic | Akufen – Deck The House [Force Inc. Music Works]

Salve, salve guerreiros e guerreiras do meu Brasil. Cá estou eu novamente, prontíssimo para relembrar com vocês mais uma faixa que é queridinha por muitos e lembrada por poucos. A Iconic de hoje tem um gostinho especial, afinal de contas, Akufen é um artista o qual eu tenho grande admiração e dificilmente saio para tocar sem ter algum disco dele dentro do meu case.

Antes de começarmos a falar sobre a faixa de hoje, você sabia que o nome do projeto mais conhecido de Marc Leclair tem um significado? Akufen é a fonética que a palavra francesa acouphène tem, usada para designar um tipo de trauma intra auricular que causa zumbido permanente nos ouvidos ou, o que nós DJs e produtores musicais tememos, Tinnitus.

A gente tá tão acostumado em ir para NY ou Londres dos anos 90 nestes throwbacks, né? Pois hoje nós vamos para a França do início dos anos 2000, e não, não tem French House hoje por aqui. O que veremos é uma mistura de Minimal, IDM, House Music e Glich, a famosa e queridinha por muitos, Deck The House.

Lançada em 2002 pela Force Inc. como prévia do primeiro álbum de Akufen que seria lançado no mesmo ano, Deck The House é uma faixa peculiar, apesar de seu total apelo de pista. Micro recortes de dezenas de outras fontes são dispostas de forma organizada e harmoniosa por Akufen em Deck The House, criando todo o contexto de vozes a partir desta técnica que chamamos de Glich, algo extremamente difícil de se executar da forma como foi executada. Já na parte de ritmo, uma bateria clássica de House, o famoso bumbo, caixa e prato é o que dita a levada da música, deixando espaço total para os recortes. 

Dentro do single, Deck The House vem acompanhada por dois remixes de ninguém menos que Herbert e Crackhaus. O grande destaque aqui fica por conta do remix de Herbert, que soube complicar ainda mais as coisas e acrescentou um belíssimo vocal com sua parceira de trabalho Dani Siciliano para contrastar com a energia que a faixa tem.

Mas por que essa faixa na Iconic? Bom, quando ela saiu literalmente nada se parecia com ela, uma faixa e um estilo de se trabalhar únicos. Muitos tentaram copiar o flow que Akufen tem dentro do estúdio, mas é impossível, somente ele é capaz de dominar a técnica que tem quando o assunto é recorte de samples. 

Não botou fé? Se liga nesse vídeo do Phil Weeks tocando a track

Akufen talvez tivesse a intenção ou talvez só queria fazer o som dele, o que importa é que quando Deck The House saiu, ela invadiu todas as pistas alternativas e virou uma coringa no case dos DJs, além de ter elevado o nível de standard quando o assunto eram produções musicais. Esse é um artista que influenciou e influencia até hoje muitos outros artistas, sejam eles do underground ou do mainstream.

Iconic!

A música conecta. 

Compartilhe