Case é a coluna de gravadoras do Alataj. Leia todas aqui!

Autoridade: essa pode ser considerada uma palavra chave para definir quem fez e quem não faz a diferença em um mercado tão abarrotado como o de selos independentes dentro da música eletrônica. A Klockworks, gravadora comandada por Ben Klock é uma real autoridade no assunto e, mais do que isso, se propõe a entregar uma experiência completa através de uma jornada musical guiada por seus artistas e público.

Fundada em Dezembro de 2006, o selo completou 10 anos no fim do ano passado. A curadoria consiste em releases essencialmente pertencentes ao techno. Ben Klock, DVS1, Etapp Kyle, ROD, Trevino, Heiko Laux e Jay Clarke são alguns dos nomes mais importantes da gravadora, atualmente baseada em Berlim. Aparentemente, não é ego por trás do comando de Ben Klock com o selo. As posições de destaque e os highlights do label são selecionados através do material musical e o potencial de cada artista é explorado com sabedoria pela equipe da Klockworks. 

O último release do selo, Klockworks 20, reflete bem o histórico da gravadora e a preocupação de Ben Klock em manter-se como autoridade no estilo. Em uma compilação com 20 faixas, nomes como Sterac, Adam Craft, Dax J e Vincent se juntaram aos pratas da casa citados no parágrafo anterior. A capa do release foi desenhada pelo próprio Ben, que tradicionalmente participa do processo criativo visual do label. Por falar no aspecto visual, o atual destaque da gravadora é o projeto Photon, uma série de eventos que promove experiências relacionadas a música, luz e arquitetura, comprovando que nossos sentidos estão constantemente conectados no dance floor.

Esse fim de semana o frontman do label, Ben Klock, retorna ao Brasil para gigs em São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Mais uma oportunidade para o público verde e amarelo testemunhar a assinatura da gravadora por aqui. Para receber em primeira mão as notícias da Klockworks, siga o label no Facebook.

A música conecta as pessoas!