READING

Faixa a Faixa – Moatt, Guimas – Vieira...

Faixa a Faixa – Moatt, Guimas – Vieira People EP

Na semana passada a gravadora brasileira Not For Us chegou a marca de 223 releases com uma collab entre os jovens produtores Moatt e Guimas. Se você logo imaginou que eles colaboraram em um trabalho a quatro mãos no estúdio, sinto dizer que está enganado. Para o EP Vieira People, a NFU propôs um formato um pouco diferente, com cada artista entregando duas faixas originais solo.

Tanto Moatt, quanto Guimas, são artistas com uma bagagem musical recente, porém demonstraram bastante potencial nas produções entregues ao label que tem sua base em Cuiabá. Minimal e deep house aparecem em destaque com uma abordagem moderna e voltada ao dance floor – todas as produções possuem 126 ou mais BPMs. A nosso convite, cada um dos artistas comentou suas composições artísticas. Confira abaixo:

Moatt

“As faixas contidas no EP, além de contrastes equivalentes, possuem também influências semelhantes. Sempre fui muito fã de dubs, mas em alguns casos o vocal pode facilmente se transformar na cereja do bolo e fazer toda a diferença, e é dessa maneira que busco conduzir minhas produções, sempre inovando e experimentando.

Em You Took Too Much, por exemplo, as características introspectivas soam com bastante nitidez, fazendo um breve apanhado entre kicks secos e basslines contínuos, em sintonia com os demais elementos percussivos e synths/timbres marcantes, dando origem a uma espécie de “minimal home made”. Já em “Empty People”, o processo criativo tomou um rumo diferente, sendo um som idealizado para pista com respingos de uma espécie de tech house, tendo uma variação de hats rítmicos e synths hooks.”

Guimas

“Por ser um amante do house, independente do gênero que produzo, tento sempre colocar timbragens que lembrem o estilo. Os nomes das faixas levam o sobrenome da minha namorada e foi uma forma de homenageá-la.

A faixa Vieira, que leva o nome do EP, tem uma pegada voltada mais ao dancefloor, com um bass bem marcante, dando espaço durante a faixa para a melodia bem aparente e também para a parte percussiva. A outra música produzida, Silva, apresenta um cut de vocal acompanhado da melodia e do bass acentuado, criando um ambiente agradável que perdura pela faixa toda, gostei demais.”

A música conecta.


Alan Medeiros é publicitário, sócio-fundador do Alataj e nome por trás da Beats n' Lights Management.

RELATED POST

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INSTAGRAM
SIGA-NOS