READING

Como a música eletrônica transformou a cena altern...

Como a música eletrônica transformou a cena alternativa de Santa Maria

Foto capa: Cassiano Vargas

Pensar que é preciso ir até uma grande cidade do Brasil para curtir uma boa festa de música eletrônica é um um raciocínio ultrapassado. Sim, capitais possuem uma vida noturna bem diversificada, mas isso não significa que municípios com portes menores não possam abrigar eventos de alto nível, Santa Maria, que completa 161 anos de história hoje (17), se encaixa muito bem dentro deste panorama.

Podemos dizer que nos últimos 10 anos a cidade tem passado por um processo de transformação muito interessante quando o tema em questão é a música eletrônica underground. Ao longo desse período, pessoas interessadas em movimentar e fomentar essa cultura surgiram com um objetivo bem claro em mente: levar e produzir eventos de alto nível na região.

Veja aqui como foi a celebração de 6 anos da Sunset Sessions.

Mirando essa conexão, alguns núcleos ganharam vida e iniciaram o processo de evolução do cenário alternativo, seja levando informação sobre o mercado ao público ou mesmo promovendo pequenos eventos na cidade. Pouco a pouco, novos entusiastas foram aparecendo e demonstrando vontade de participar mais ativamente deste cenário que ganhava força em SM, muito por ser um polo universitário e hospedar um público jovem curioso sobre o movimento.

Confira o bate-papo exclusivo que tivemos com um dos nomes pro trás da Infusion, Otávio Weis.

Atualmente, falta de opções para dançar house e techno na cidade já é algo que não existe mais. Os finais de semanas são quase sempre recheados de eventos com grandes atrações, muito bem organizados e estruturados com profissionais preocupados em entregar ao público experiências que passam longe de serem passageiras. Nessa data tão especial, podemos afirmar que Santa Maria é um dos grandes polos da música eletrônica do Brasil e tende a ganhar cada vez mais destaque e visibilidade internacional, até por conta da ótima safra de DJs da cidade. Ficaremos de olho.

A música conecta.


RELATED POST

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INSTAGRAM
SIGA-NOS