Talvez o principal assunto dessa semana tenha sido o loooooong set de Marco Carola que rolou no Sunwaves, festival de música eletrônica que acontece na Romênia e recebe alguns dos medalhões da música eletrônica como Ricardo Villalobos, Tale Of Us, Nastia e Raresh.

Conhecido, entre outros motivos, por alguns long sets históricos – na edição desse ano Villalobos tocou durante 14 horas -, a celebração desse fim de semana não foi diferente. Logo após o término de sua apresentação, muita coisa já era comentada na web a respeito das 26 horas de set de Marco Carola.

Enquanto alguns idolatravam o italiano e outros comentavam sobre a dificuldade que alguns artistas tem de montar um repertório de duas horas, nós paramos pra pensar. Primeiro, que para Carola ter tocado 26 horas, alguém teria ter ficado de fora. Pois é, dois nomes caíram do line up. tINI e Hector não se apresentaram e se você for até a fan page da moça, vai descobrir que os fãs dela não curtiram muito essa apresentação histórica de Marco Carola. Segundo, que 26 horas são realmente muito tempo e é difícil que uma pessoa normal fique ali durante todo esse tempo sem estar sob efeitos de psicoativos ou sem realizar suas necessidades básicas como alimentação por exemplo.

As respostas para essa segunda questão não demoraram para aparecer. Carola tocou sentado durante alguns momentos – o que levantou o debate sobre as condições de ele estar ocupando o tempo destinado a outros DJs – e até pizza comeu. Foram 26 horas que devem ser reconhecidas pela técnica, controle de pista e capacidade de repertório, mas que trouxeram também alguns pontos negativos a tona. Na sua opinião, até quando é válido para o público presenciar uma apresentação dessa, deixando de assistir outros 2 artistas do festival?