Minha Primeira Gig | Tube & Berger

Da cultura punk para o topo das paradas da dance music, a dupla Tube & Berger vem subindo rapidamente ao primeiro escalão do cenário, dominando as pistas de dança em todo o mundo com sua mistura única de house e techno e lançando faixas em grandes gravadoras como Suara, Great Stuff Recordings, Toolroom Records, 100% Pure, para citar algumas, além de comandar junto com a DJ Juliet Sikora duas labels também respeitadas Kittball Records e ZEHN Records.

Mas eles não se resumem apenas em produções de sucesso. Sua performance como DJs vai além dos sets bem elaborados com a capacidade de cativar a pista de diversas formas e, pelo que eles nos contaram, esse controle da pista vem desde o início da carreira. Saiba em detalhes como foi a primeira gig deles:

Tube & Berger

Feche os olhos — imagine cores fluorescentes e calças muito largas, usadas por um bando de caras selvagens se aproximando do lendário Harpune Club em Düsseldorf, Alemanha. É o início dos anos 2000, baby. Nós e o King Brain entramos no palco como uma banda. Eu acho que as raves eram um pouco diferentes naquela época. Nós estávamos atrás de um sujeito estranho com longos cabelos encaracolados no deck. Ele continua sendo uma lenda viva em nossas memórias até hoje, porque nenhum de nós lembra do nome dele.

Ainda assim, temos 93% de certeza de que realmente ele estava lá. Esse cara encaracolado nos deu uma piscadela depois que ele terminou sua última música e o palco foi nosso. Com medo pra caramba, começamos nosso primeiro show ao vivo. As coisas ficaram super divertidas quando percebemos que a multidão sentia o nosso ritmo e quando sentimos que o “controle da multidão” era uma experiência viciante. A partir daí sabíamos que precisávamos fazer mais shows e assim fizemos. Ainda me lembro vividamente de Andre Crom (que mais tarde se tornaria proprietário da OFF Records) nos advertindo para não tocar em clubs de disco. Ainda bem que não o ouvimos.

A música conecta.

+++ Minha Primeira Gig com Andres Campo

+++ Leia mais: entrevista com DJ Hell, sem papas na língua

+++ Assine nossa newsletter e recebe os principais conteúdos no seu e-mail