Trend

Closer: potência feminina da arte ao empreendedorismo

Dos tempos de Daphne Oram (que viveu de 1925 a 2003) aos dias atuais, a presença feminina na música eletrônica é perene, mas ainda bastante invisibilizada. O fortalecimento de figuras femininas vem crescendo progressivamente a nível nacional e global, mas para que haja uma equivalência entre os gêneros, o caminho a ser percorrido ainda é longo. Passos acertados ao longo deste percurso certamente são fundamentais para acelerar essa dinâmica e é justamente nessa movimentação que um sonho antigo de Eli Iwasa ganhou força: a label party Closer.

+++ 10 mulheres pioneiras na história da música eletrônica

Mas como já diz o ditado popular, “sonho que se sonha junto é realidade” e desse modo a light designer Bruna Isumavut e a produtora executiva Priscila Prestes somaram forças à Eli para dar vida ao projeto cuja ideia central é percorrer as principais capitais brasileiras com um lineup 100% composto por mulheres. “O sentimento é de fazer algo muito maior do que uma simples festa, de impactar positivamente a carreira de outras mulheres e reverberar a potência que é o nosso trabalho”, reforça Iwasa sobre o projeto que também aproxima profissionais de diferentes áreas do mercado, divide espaços de forma igualitária, fortalece relações e estabelece pontes.

Bruna Isumavut, Eli Iwasa e Priscila Prestes | Foto por Jorge Alexandre

“Depois de 20 anos de carreira, pensei o que seria mais importante no que faço. O mais importante são as oportunidades que crio e compartilho. Quando comecei, tive poucas referências femininas e também pouco apoio — o ambiente era bem competitivo. Quis fazer diferente e dividir os espaços que conquistei com outras artistas mulheres, e também a visibilidade para quem está nos bastidores”, comenta Eli Iwasa à redação do Alataj quando perguntado sobre o que a motivou na criação da label party.

O projeto foi concebido ainda no momento pandêmico e inaugurado ao fim de 2021, com o processo de retomada dos clubs e eventos. Inaugurada em 28 de dezembro no Garden do Warung Beach Club, na ocasião, a anfitriã Eli Iwasa recebeu Due, Kelly Moreira e Victoria Engel. Além de Itajaí (SC), o projeto já passou por cidades como Passo Fundo (RS), Caxias do Sul (RS), Campinas (SP) e Maringá (PR), tendo recebido artistas como Ana Tada, ANNA, BLANCAh, Ella De Vuono, Kosma88, Paulete Lindacelva e Soft Soup. Com uma curadoria muito baseada nas cenas de cada cidade, Eli ressalta que “é super importante respeitar as peculiaridades [da cidade], e principalmente, conhecermos os talentos locais para incluí-las nos line ups. Sempre temos no radar DJs que gostaríamos de convidar, e também turnês de artistas internacionais que poderiam fazer parte de nossas festas”

Agora, a DJ se prepara para levar a Closer para o Rio de Janeiro pela primeira vez neste sábado, dia 20 de janeiro. Com um super lineup composto por Joyce Muniz, Larissa Jennings, Nana Kohat, Pluma Bea e a anfitriã, a label party vai ocupar o recém-inaugurado D-EDGE RIO. Lembrando que além da excelente curadoria, a Closer também proporciona uma experiência visual completamente distinta, assinada pela diretora visual do projeto, Bruna. Para o D-EDGE, os ingressos estão disponíveis através da plataforma Blueticket.

A Closer também já tem uma segunda data prevista para dia 03 de fevereiro. Iwasa leva o projeto mais uma vez para uma de suas casas, o estimado CAOS — que recentemente completou 6 anos impactando a cena campineira. Com Anna Collecta, Arraya, Chiara Rodello, Chloé Caillat e claro, Eli, a label party vai apresentar um projeto especial e único de light design. Os ingressos estão disponíveis via Ingresse.

Há alguns passos dos 30 anos de carreira, Eli Iwasa é um dos pilares da cena alternativa nacional e se mantém firme na vanguarda seja tocando em alguns dos maiores festivais do Brasil e do mundo ou frente à alguns de seus incontáveis projetos que ajudaram a moldar o cenário eletrônico como o próprio CAOS, Gate 22, Club 88, Galerìa 1212 e Písta 2002. A Closer é mais uma das tantas maneiras que Eli encontrou para dar retorno a cena, em um projeto que de fato, veio para somar. Vida longa!

Conecte-se com Eli Iwasa: Instagram | SoundCloud

Conecte-se com a Closer: Instagram

A música conecta.